segunda-feira, fevereiro 29, 2016

Resenha | Naked 2 - Urban Decay

O lançamento da primeira paleta Naked foi um grande sucesso entre as apaixonadas por maquiagem, mas devo confessar que não criei muito interesse por ela. Então a Urban Decay lançou a segunda paleta da linha Naked, que de fato me conquistou.


Demorei até adquirir a minha, especialmente por ser um investimento alto. Apesar de não ser nenhuma novidade, hoje venho mostrar para vocês a minha resenha sobre a Naked 2  da Urban Decay, e de repente ajudar quem ainda tem dúvida sobre qual das paletas adquirir.

Como é de conhecimento geral, as paletas Naked são compostas por sombras neutras, e por isso encantam tanto as amantes de maquiagens mais clássicas. Cada paleta possui uma predominância de cores, no caso da Naked 2 predominam os tons taupes (acinzentados) e frios. Ela é composta por 12 cores de sombras (sendo 5 exclusivas), um pincel duplo (Good Karma Shadow Brush) O design da paleta é muito bonito e elegante, ela é de metal (tornando-a bem resistente) e lembra bastante aqueles estojos de "lata". Na parte de dentro ele é feita de plástico (bem resistente também) e contém um espelhão (o que quebra um super galho).


As 12 sombras se dividem entre os acabamentos matte, shimmer e glitter, e todas estão dispostas numa fileira única. A maioria das sombras são cintilantes/metálicas (shimmer) e apenas 3 delas são opacas (mattes), mas são aquelas sombras que "essencialmente" precisam ser opacas. É válido lembrar que a Urban Decay busca ser sempre muito fiel nas suas propostas, e com esta paleta ela propõe a confecção de looks mais neutros, sendo assim não iremos encontrar nenhuma sombra colorida na paleta.


Vamos as sombras:
Foxy: Bege/marfim opaco, pigmentação intermediária e um pouco menos macia que as demais. Uso muito para iluminar rente a sobrancelha;
Half Baked: Dourado médio, com ótima pigmentação e super macia. A sombra também existe na  primeira paleta Naked;
Bootycall: Champanhe rosado/pêssego cintilante, pigmentada e muito macia. Fica linda iluminando o canto interno dos olhos. A sombra é exclusiva da paleta;
Chopper: Cobre de tom médio com glitter prata, muito macia e pigmentada. Infelizmente o glitter tende a cair sobre a pele;
Tease: Sombra marrom clara acinzentada opaca, bem pigmentada e macia. A sombra esfuma super bem e é ótima para marcar o côncavo, mas não funciona tão bem em que tem um tom de pele mais escuro. A sombra é exclusiva da paleta;
Snakebite: Marrom escuro com cintilância dourada, pigmentada e macia. Também é uma sombra exclusiva da paleta;
Suspect: Taupe cintilante, pigmentada e macia;
Pistol: Cinza médio cintilante, bem pigmentado e macio. É outra sombra exclusiva da paleta;
Verve: Prata com cintilância cristal, muito pigmentada e ultra macia;
YDK: Marrom com fundo rosado bem cintilante, bem pigmentada e macia;
Busted: Marrom escuro cintilante com fundo meio avermelhado/vinho, pigmentada e macia. Também é exclusiva da paleta;
Blackout: Preto opaco, pigmentada e com o toque um pouco mais seco que as anteriores. Ela esfuma muito bem.

No geral a pigmentação da paleta é extraordinária e as sombras esfumam e deslizam super bem. A fixação também é muito boa, mas evidentemente elas tendem a durar ainda mais com o uso de um primer de olhos.


O pincel que acompanha a paleta, o Good Karma Shadow Brush, também possui uma apresentação bonita e elegante, em um tom de dourado claro. Ele é duplo, ou seja, existe um pincel em cada extremidade. De um lado um pincel de côncavo/esfumar, com cerdas mais alongadas e num corte arredondado, do outro lado um pincel de aplicação de sombras, que é achatado e firme. As cerdas são sintéticas, porém macias. No geral o pincel é bacana e cumpre bem suas funções, mas não diria que é excelente, tendo em vista que os meus outros pincéis executam as mesmas funções com uma maior facilidade.

A Naked 2 é uma paleta super usável e democrática, já que possibilita a construção de looks diurnos e noturnos. Combina com todo mundo e não é o tipo de paleta que fica encostada, o que de certa forma já demonstra ser um bom investimento. Ela é super independente, ou seja, não é preciso utilizar outras sombras/paletas na hora de se maquiar (caso você se mantenha dentro da proposta dela). Ela é um pouco previsível, o que permite que você não perca muito tempo pensando na maquiagem, mas ao mesmo tempo ela não instiga muito a criatividade.

A minha paleta foi comprada no exterior, e paguei € 45,90 nela (cerca de R$ 150,00 na época). No Brasil ela está custando R$ 219,00 na Sephora. Dividindo o valor que eu paguei pelo número de sombras, pincel e gloss, dá uma média de R$ 10,70 por item, o que já é um valor mais aceitável. É um bom investimento? Acho que o fato dela ser super usável e ter uma ótima qualidade pode sim justificar a compra, mas se ainda é muito caro para você, não se desespere, existem opções com a mesma proposta no mercado e com preços mais acessíveis.